Aprenda algumas técnicas

Celular, redes sociais, séries de televisão: manter a concentração na tarefa que precisa ser feita é um desafio cada vez maior. São muitas distrações e, caso não haja foco, pode ser que o estudante acabe se prejudicando ao não realizar as atividades no prazo.

Muitas vezes, o cansaço toma conta e a vontade de não fazer nada aumenta ao longo do dia. Depois de um dia cansativo de trabalho ou de estudos, é normal que a pessoa se sinta exausta e caia na tentação de não fazer nada.

No entanto, para alcançar resultados satisfatórios, é importante que o estudante esteja disposto a se organizar para cumprir aquilo a que se propôs e também para conseguir descansar, afinal, o descanso é essencial para que a pessoa não fique sobrecarregada, impedida de aprender mais.

Você tem dificuldade para se concentrar? Quando decide estudar, parece que se sente atraído pelas redes sociais ou por outros aplicativos no celular? Você não está sozinho. Existem algumas técnicas que podem ajudar você a manter a concentração, confira:

  • Evite as redes sociais e o celular: apesar do mundo estar conectado e da maioria dos contatos acontecer de maneira virtual, é importante que o estudante ignore o smartphone por algumas horas. A dica dos especialistas é deixar o celular em outro cômodo para que não haja perda de concentração;
  • Escolha um ambiente silencioso e bem iluminado: para não cair na tentação de deitar e dormir, acenda as luzes. Prefira estudar em um ambiente que seja bem silencioso, ou, se preferir, utilize fones de ouvido com uma música ambiente bem baixinha;
  • Saiba intercalar: estude por 30 ou 40 minutos seguidos e depois, faça uma pausa de 5 a 10 minutos para tomar um café ou mexer nas redes sociais, por exemplo. Use um alarme se precisar;
  • O descanso é importante: é muito difícil aprender quando você está cansado. Por isso, é importante fazer pausas, ter uma boa noite de sono e não virar a noite estudando. A não ser que você possa descansar no dia seguinte;
  • Organize-se: calcule quantas horas você tem por mês. Quantas delas são horas livres. Por quantas horas você pode se dedicar aos estudos por mês, depois por semana e por fim, por dia. Se durante a semana você não consegue parar, compense estudando nos fins de semana. É muito mais eficaz estudar um pouquinho por dia do que estudar muito apenas na semana de provas, por exemplo.

Para os estudantes que têm dificuldade para focar é bom começar com poucas horas de concentração. Em vez de estudar cinco horas, por exemplo, comece estudando duas. E se isso render, pode esticar um pouquinho mais.

O importante é encontrar uma quantidade de horas que ele suporta ficar bem concentrado. Como você estuda? Conte para a gente!

agencia