Aprenda algumas dicas

Que o mercado de trabalho anda cada vez mais exigente, não dúvidas. No entanto, essas exigências mudam com o passar do tempo, modificando-se para atender aos avanços da tecnologia e seus reflexos na sociedade.

Uma habilidade que era muito importante há alguns anos atrás já não é tão fundamental assim e as habilidades que serão exigidas no futuro começam a aparecer agora. Por isso, caso você queira ter um bom cargo no futuro, é melhor começar a se preparar no presente.

A criatividade é apontada como uma das qualidades mais buscadas em profissionais de várias áreas diferentes. Algumas pessoas são naturalmente criativas, outras, precisam de uma ajudinha. Quer ser mais criativo no mercado de trabalho? Confira algumas dicas:

  1. Abra espaço para o absurdo: de acordo com especialistas em criatividade, a base para sair fora da caixa está em deixar o que é inverossímil tomar corpo até chegar a uma proposta palpável para a sua realidade;
  2. Tire as correntes do pensamento: um caminho para as descobertas feitas por acaso que podem mudar o curso de uma carreira é dar vazão para o pensamento livre, fluído. Esse é o tipo de pensamento que aparece quando você está fora do foco do problema ou do contexto do trabalho. Por isso, uma dica é: quando as ideias não fluírem, desligue-se do assunto;
  3. Exponha-se às novidades: não se restrinja aos mesmos ambientes e modos de pensar. Quando um grupo trabalha junto por muito tempo, fazendo sempre a mesma coisa, acabam com um pensamento muito parecido. Por isso, é bom aceitar gente nova.
    No dia-a-dia, a dica é abrir-se para o novo: invista em relacionamentos com pessoas que não trabalham na mesma área que você, leia livros e revistas que têm pouca relação com seu trabalho, assista filmes e ouça músicas de estilos que nunca viu;
  1. Pratique o brainstorm: chame um grupo de pessoas, descreva o problema em questão com apenas uma palavra. Peça para cada membro do grupo dizer palavras relacionadas com o termo em questão. Uma palavra será ponte para outra e, na terceira ou quarta rodada, você enxergará o problema por outro ângulo;
  2. Durma: pesquisas apontam que a fase REM, quando acontecem os sonhos durante os sonos, estimula a criatividade mais do que outro período do sono ou quando você está acordado. Durante os estudos, as pessoas que chegaram a essa fase do sono, tiveram um rendimento 40% melhor em testes de criatividade após o sono do que antes do período.

Você se considera uma pessoa criativa? Conte para a gente!

agencia