Prevenção é a melhor saída

O câncer de próstata é o mais comum entre os homens brasileiros, perdendo apenas para o câncer de pele. O Novembro Azul é uma campanha mundial que chama a atenção para a prevenção, o diagnóstico precoce e o tratamento do câncer de próstata.

Você sabe o que é a próstata? A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto (parte final do intestino grosso).

Infelizmente, o preconceito contra o exame de próstata – o exame de toque – ainda é muito grande e mantém os homens longe dos consultórios, por isso é importante reforçar: o exame é rápido, indolor e detecta alterações que podem indicar doenças. 

A detecção pode ser feita por meio da investigação, com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos, de pessoas com sinais e sintomas sugestivos da doença (diagnóstico precoce), ou com o uso de exames periódicos em pessoas sem sinais ou sintomas (rastreamento), mas pertencentes a grupos com maior chance de ter a doença. 

No caso do câncer de próstata, esses exames são o toque retal e o exame de sangue para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico). Ainda existe um grande preconceito contra o exame, mas é importante lembrar que ele é rápido, indolor e eficaz.

O que aumenta o risco de desenvolver o câncer de próstata? 

  • A idade é um fator de risco importante, uma vez que tanto a incidência quanto a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos.

  • Pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos, podendo refletir tanto fatores genéticos (hereditários) quanto hábitos alimentares ou estilo de vida de risco de algumas famílias.

  • Excesso de gordura corporal aumenta o risco de câncer de próstata avançado.

  • Exposições a aminas aromáticas (comuns nas indústrias química, mecânica e de transformação de alumínio) arsênio (usado como conservante de madeira e como agrotóxico), produtos de petróleo, motor de escape de veículo, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA), fuligem e dioxinas estão associadas ao câncer de próstata.

A Farese apoia o Novembro Azul e oferece diversos cursos na área da saúde com o objetivo de atualizar e preparar ainda mais os profissionais para o mercado de trabalho. A área da saúde requer atualização constante de seus profissionais, para que eles se destaquem sempre em suas áreas. Acesse os cursos clicando aqui e saiba mais, venha estudar com a gente!

Quando tratado precocemente, as chances de cura do câncer de próstata são muito maiores. Neste Novembro Azul, marque uma consulta com o seu Médico e converse sobre exames preventivos. Convença quem você ama a fazer o mesmo. A prevenção é o melhor remédio!

agencia