Invista em educação financeira

No começo do ano é comum que várias contas cheguem ao mesmo tempo: IPTU, IPVA, matrícula da escola, material escolar entre outras. Pagá-las a tempo é uma das maneiras de evitar multas e garantir alguns descontos.

O que acontece, porém, é que muitas pessoas não conseguem pagar essas contas no prazo determinado, o que causa dívidas, estresse e muitas complicações. Muitas pessoas reclamam por não saberem onde foi parar o dinheiro que elas tinham.

No fim do ano, ao receber o décimo terceiro, muitas pessoas acabam se deixando levar pelo consumismo e gastam mais do que deviam, muitas vezes por impulso, em mercadorias supérfluas. E é esse dinheiro que faz falta no começo do ano.

Uma boa saúde financeira, muitas vezes, não é ensinada nas escolas e, ao entrarem no mercado de trabalho, muitas pessoas acabam cometendo erros e se arrependendo depois.

O que fazer, então? Se você é uma dessas pessoas que vê o seu dinheiro desaparecer sem saber onde ele foi parar, continue lendo algumas dicas:

  • Anote os seus gastos: cada um deles, dos menores e aparentemente insignificantes, como um docinho de tarde, até os maiores, como um carro. Pode ser em um bloquinho, no celular, em uma planilha. Anote também se o pagamento foi feito no débito ou no crédito. No fim do dia – da semana e do mês – você terá uma lista de todos os seus gastos. Ao visualizar seus gastos fica muito mais fácil saber onde e com o que você está gastando, onde pode poupar e o que é importante;
  • Saiba quais são as suas contas fixas: anote aquelas contas que chegam todos os meses, como internet, luz, água, transporte. Anote também todos os seus ganhos e rendimentos. Dessa forma, você tem de maneira clara o quanto de dinheiro entra e o quanto de dinheiro sai todos os meses da sua conta;
  • Crie metas para o seu dinheiro: quando você tem as informações sobre o quanto entra e o quanto sai de dinheiro, fica mais fácil se organizar financeiramente. Identifique o quanto você pode poupar por mês – 30, 100, 500 reais por exemplo – e já separe essa quantia para ser poupada. Dessa forma, poupar se torna um hábito e você cria a sua reserva de emergência;
  • Pague suas contas principais assim que receber o salário: evite multas, juros e gastar o dinheiro que seria necessário para pagar uma conta mensal. Coloque as contas em débito automático e não se esqueça mais de pagá-las no prazo;
  • Pesquise descontos: o restaurante onde você almoça pode ter um cartão fidelidade, ou então o supermercado onde você faz suas compras oferece melhores ofertas na quinta, por exemplo. Ao estar atento às promoções, é muito fácil economizar e fazer o seu dinheiro durar mais.

Você tem dificuldades para controlar seu orçamento? Qual a sua dica para economizar? Siga o blog da Farese para mais dicas financeiras e conte para a gente: como você organiza as suas contas? Qual a sua maior dificuldade referente ao seu dinheiro?

grupofaveni