Que tal traçar uma meta?

Leia mais! No Brasil, os jovens leem mais, mas o hábito de leitura diminui com a idade.

As habilidades de leitura e compreensão de texto, no entanto, seguem estagnadas na última década no Brasil, de acordo com dados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes.

Muitas pessoas sabem ler, mas não conseguem compreender o texto que leram. Para mudar esse cenário preocupante é importante que a leitura seja incentivada em todas as fases da vida, inclusive na vida adulta, quando as pessoas dizem que não tem tempo.

Os benefícios da leitura são muitos, separamos alguns deles aqui:

Melhora o funcionamento do cérebro: ler aumenta as conexões neurais fazendo com que o cérebro funcione melhor. Além disso, a redução do funcionamento do cérebro, na velhice, pode ser reduzida em cerca de 30% se a pessoa mantiver hábitos de leitura, além de proteger contra doenças como o mal de Alzheimer.

Ler também faz com que a receptividade à linguagem aumente no cérebro, o que facilita na hora de aprender um idioma novo, por exemplo.

Estimula a criatividade: além de melhorar a escrita e o vocabulário, outra habilidade que se desenvolve é a criatividade. É possível imaginar o cenário em que a ação se desenvolve e criar um outro mundo totalmente diferente do seu.

O interessante é sempre buscar ler livros que mostrem uma época muito diferente da nossa ou um outro mundo. Opte por obras de ficção, de outras épocas e histórias que sejam muito diferentes da realidade onde vive.

Cria senso crítico: com a leitura, você passa a refletir sobre questões e realidades diferentes das suas. Por que o mundo é como é? Por que você pensa como pensa? Perguntas assim são comuns quando você passa a questionar a vida e a sociedade.

O mais incrível da literatura é que, nos introduzindo a realidades e épocas diferentes, ela acaba suscitando reflexões que talvez não teríamos se ficássemos sempre presos ao nosso cotidiano e à nossa rotina fixa. Ler abre a mente, e isso pode te tornar uma pessoa melhor.

Provoca empatia: empatia é a capacidade de compreender e se solidarizar, emocionalmente, com um outro alguém. E um estudo provou que a leitura tem esse exato efeito: aumentar nossa capacidade de sentir empatia.

A razão é um pouco óbvia: quando estamos lendo, nos conectamos com a realidade de outro alguém (mesmo que seja fictício) e podemos entender o que é ser aquela outra pessoa. Literalmente, sabemos o que é estar no lugar dela e que tipo de sentimentos essa pessoa têm, talvez tão diferente de nós mesmos.

Tente ler pelo menos duas páginas de um livro por dia, todos os dias, e depois vá aumentando esse número. Comece por seus gêneros preferidos, como romance, ficção, ou contos, entre outros. Você costuma ler? Qual o seu gênero preferido? Conte para a gente!

agencia